oi

oi
COTIDIANO

OI

OI
GEEK

oi

oi
Viagens

Você precisa assistir Making a Murderer

Já faz uns dois meses que assisti essa série/documentário, mas eu fiquei com uma sensação tão ruim, fiquei tão indignada (sou dessas) que acabei esperando um pouco pra falar sobre "Making a Murderer"


Making a Muderer é um documentário baseado em fatos reais e todo filmado com imagens do caso de Steven Avery.
Steven foi acusado e considerado culpado de estuprar um mulher e passou 18 anos de sua vida na cadeia por um crime que ele NÃO cometeu. As evidências são tão superficiais, e tudo é feito tão de qualquer jeito que deixa qualquer um extremamente revoltada.



Aí você pensa: Ufa, tiraram o homem inocente da cadeia!

Um ano depois, uma mulher é assassinada e adivinha quem eles culpam? Steve. Of course. Mas assistindo a série a coisa fica tão óbvia que foi forjada que chega a ser ridículo. ( sente a revolta)
Sabe aquelas séries Medical Detectives ou Law and Order?  Se você é fã tipo eu, vai gostar muito porque você acompanha passo-a-passo tudo o que acontece, e como as investigações são feitas. MAS... você vai ficar extremamente indignado em como as evidências são obviamente plantadas para que Steve leve a culpa.
O sobrinho de Steve confessou o crime, e disse que ajudou o tio a matar a mulher. Porém Brendan ( sobrinho) foi interrogado por dois detetives e durante as filmagens do interrogatório você percebe o quanto eles pressionam Brendan a fazer essa confissão sem nem entender direito o que esta acontecendo. É tudo muito estranho!

Existe um abaixo assinado rolando na internet que pede a liberdade de Steve. Essa petição já passou de 400 mil assinaturas.

A história já chegou na casa branca que até emitiu um comunicado:

“Segundo a Constituição, apenas condenações de crimes na esfera federal podem ser perdoados pelo presidente”, informa o texto. “O poder de perdão do presidente se estende a condenações julgadas na Suprema Corte e em casos militares. O presidente não pode perdoar um caso julgado na esfera estadual.”

É lógico que a Netflix foi extremamente criticado pelos investigadores e como sempre ARRAZOU né migos. Estamos cada vez mais sendo surpreendidos pelos lançamentos e as novas ideias desse streaming que mal chegou e todo mundo já ama pakas.

Agora, falando sério e sem stress, se Steve é mesmo culpado, a forma como foi feita a investigação pecou demais e fez com que muitas pessoas ficassem do lado de Steve ( como eu) . Sabemos que a Netflix quis nos deixar com essa sensação de Injustiça e conseguiram.

4 comentários

  1. Ai miga, já li bastante coisas sobre esse caso e esse documentário, ainda não comecei a assistir, mas tenho ctza que vou ficar indignada tb, HAHAHA

    ResponderExcluir
  2. Aii, é muito revoltante. Dá uma agonia assistir, né? To fazendo um post sobre ela e o podcast Serial. Mas to enrolando pela indignação também, haha.

    ResponderExcluir
  3. Eu realmente fico bem intrigada com documentários desse tipo. Fico sempre pensando “será que era culpado? Será que não era?” acabo me envolvendo bastante. Pelo visto a Netflix cumpriu o seu papel com essa série, né? Já tinha visto o poster mas não tinha ideia do que se tratava!

    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
  4. Não sei o que sentir sobre isso. Sei que se eu ver qualquer coisa do documentário eu vou me sentir mal, porque sou o tipo de pessoa que grita a bandeira da justiça, sabe daquela que acha muito ruim quando alguma coisa ruim acontece e a pessoa leva a culpa por algo que não fez. É meio complicado, mas confesso que depois de assistir How get away with a murder qualquer coisa sobre esse tipo de assunto me interessa, mesmo que o cara tenha sido preso sendo inocente (?)

    ResponderExcluir

Todos os comentários que desrespeitarem as regras a seguir poderão ser desaprovados:
• Agressões verbais despropositadas.
• Ataques verbais ou ameaças.
• Propaganda despropositadas.
• Derivação excessiva do tema do artigo